domingo, 22 de outubro de 2017

Russomanno, Tiririca e Bolsonaro rendem fortunas aos partidos

Celso Russomanno (SP) vai render R$ 59 milhões para seu partido, o PRB.

Tiririca (SP), R$ 39,2 milhões para o PR.

Jair Bolsonaro (RJ), R$ 17,9 milhões para o PP.

Isto porque, entre os critérios de distribuição das verbas públicas do Fundo Partidário e do fundão eleitoral, está o número de votos de cada partido para a Câmara dos Deputados – e cada voto nominal para um candidato conta também como voto no partido, como informa o Estadão.

Os três deputados mais votados na eleição passada – os maiores puxadores de voto do Brasil em 2014 – “se transformaram em um tesouro para os partidos políticos”.

Bolsonaro trocou o PP pelo PSC em 2015 (e hoje namora o PEN), mas só o PP ganha, pois a regra é retroativa.


Fonte: O Antagonista

Nenhum comentário:

Postar um comentário